Termografia e NDT

Termografia e NDT

O que é termografia?

Todos os objetos com temperatura acima do zero absoluto (-273,15 °C ou 0 K) emitem radiação térmica. Quanto mais quente o objeto, mais radiação emitida. Essa radiação é também conhecida como radiação infravermelha, já que a maior parte dela é emitida na banda espectral de infravermelhos do espectro eletromagnético.

A termografia (infravermelha) é uma técnica de imageamento e medição de temperatura sem contato. Um imageador de infravermelho é usado para detectar e exibir a radiação dentro da banda de infravermelhos do espectro eletromagnético.

O detector do imageador de infravermelho detecta e exibe somente as variações de intensidade da radiação. Isso resulta em uma imagem em que você pode ver as variações de temperatura do cenário.

A conversão da radiação coletada em medições de temperatura é feita internamente na câmera de infravermelho e/ou por meio de um software de pós-processamento ou on-line externo. Essa conversão é um processo complexo em que são usadas fórmulas físicas consagradas e as propriedades de radiação do objeto, de seu entorno e da atmosfera.

Após todo o processamento, sua câmera de infravermelho gera uma imagem onde se pode ler a medição da temperatura, o famoso termograma.

Para que a termografia é usada?

A termografia é amplamente usada em aplicações em que a termometria de contato não pode ser usada para medir a temperatura. Diversas aplicações de P&D (como detecção médica, aeroespacial e remota) usam a termografia como uma técnica de medição e visualização da temperatura sem contato. Na indústria, NDT, a manutenção preventiva e o monitoramento das condições de instalações e equipamentos frequentemente usam a termografia. Além disso, a termografia também é frequentemente usada no mercado de Proteção e Segurança por bombeiros e para o controle de perímetro.

 

O que oferecemos?

Para termografia com câmeras LWIR bolométricas não refrigeradas, oferecemos nossa série Gobi-640 e Serval. Nossa Gobi vem em alta resolução de 640 x 480 e tamanho do pixel de 17 μm. Nossa Gobi está disponível em dois níveis diferentes de sensibilidade. Oferecemos uma versão com NETD de 50 mK e outra com NETD 75 mK. Quanto menor é a NETD, menor é a variação de temperatura que pode ser detectada e medida.

Nossas câmeras Gobi são termicamente calibradas de fábrica. Garantimos uma medição de temperatura com precisão de +/- 2 °C ou +/- 2%, o que for maior (depende das condições ambientais).

Nossas câmeras térmicas refrigeradas, conhecidas também como câmeras Onca, são altamente sensíveis a NETD de aproximadamente 20 mK. Trabalhando no modo snapshot e com alta taxa de quadros, ela permite que os usuários também capturem imagens térmicas de objetos que se movem rapidamente. O recurso de janela de interesse permite que eles capturem imagens em taxas de quadros ainda maiores. As câmeras Onca estão disponíveis nas faixas MWIR e LWIR. Na faixa MWIR, temos o modelo de alta resolução de 640 x 480 pixels com densidade de 15 μm e o modelo de resolução mais baixa de 320 x 256 pixels com densidade de 30 μm. Na faixa LWIR, temos o modelo de 384 x 288 pixels com densidade de 24 μm. As câmeras Onca contam com a interface GigE e CameraLink.

As câmeras SWIR também podem ser usadas para termografia de temperaturas elevadas. Oferecemos calibração de temperatura para temperaturas-alvo acima de 300 °Ccom nossas câmeras Xeva (resolução de 320 x 256) e Cheetah (resolução de 640 x 512).

Que recursos são necessários?

  • Fácil conectividade
    Oferecemos diversas interfaces diferentes para uma fácil integração em seu sistema
  • Alta taxa de quadros
    Quanto maior a taxa de quadros, mais rapidamente suas medições térmicas podem ser feitas.
  • Alta sensibilidade térmica
    As câmeras térmicas precisam ter um alto nível de sensibilidade (baixa NETD) para detectar as menores variações de temperatura
  • Grau de proteção
    Oferecemos câmeras com classificação IP de até IP67 para imageamento térmico em ambientes hostis
  • Precisão da medição de temperatura de +/- ≤ 2%
    Descreve a precisão da medição térmica. Quanto menor o desvio, maior a precisão da medição.

Are you looking for more information? 

Let us know. We are happy to help.

Contact us

Documentos

Comunicados de imprensa
Xenics is extending its range of products to the security and high end thermography markets Xenics is extending its range of products to the very promising, high-volume security and high end thermography markets (2010)
Xenics at Vision 2009: presenting new IR technology for machine vision and fever detection system At Vision 2009 we demonstrate a digital recording and image analysis package, that we have developed together with Quadrox. Goal of this system is to (automatically) detect fever in public places.
Notas de aplicação
SWIR cameras are perfectly suited for high temperature thermal imaging applications. SWIR cameras are useful tools for high temperature thermal imaging applications.
Thermal electronics inspection Xenics thermal cameras can detect heat defects in electronics before qualification, saving a considerable amount of time and money. The cameras can also be used for critical control of heat dissipation in a working instrument to optimize its life-cycle.

World's first InGaAs camera photon emission microscope

Xenics enabled Semicaps to realize the world's first InGaAs camera photon emission microscope in 2004. Since then Xenics and sInfraRed have supported us in our endeavors for better sensitivity and resolution in photon and thermal emission microscopy.

Chua Choon Meng, CEO Semicaps